SILVA & SILVA INTELIGÊNCIA JURÍDICA PARA VENCER

Renovação política no Senado

HomeNotíciasRenovação política no Senado

Renovação política no Senado

De acordo com os dados publicados pelo portal de notícias “o povo”, a cada quatro candidatos à reeleição pelo cargo de senador, três não conseguiram se reeleger. Estatística recebida por muitas surpresas, desde a redemocratização do País, nunca houve uma eleição para o Senado com a mudança de tantas pessoas. Das 54 vagas, 46 foram ocupadas por novos nomes, chegando a uma renovação de 85%.

Nomes tradicionais da política como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT-MG), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Cristovam Buarque (PPS-DF), não conseguiram se reeleger. No Rio de Janeiro os senadores Lindbergh Faria (PT) e Eduardo Lopes (PRB) também não conseguiram a reeleição.

Assim como os senadores Garibaldi Alves Filho (MDB-RN), Antônio Carlos Valadares (PSB), Roberto Requião (MDB-PR), Valdir Raupp (MDB-RO), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Eduardo Braga (MDB-AM), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Vicentinho Alves (PR-TO), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Lúcia Vânia (PSB-GO), Wilder Morais (DEM-GO), Magno Malta (PR-ES), Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Waldemir Moka (MDB-MS), Benedito de Lira (PP-AL), Angela Portela (PDT-RR) e Paulo Bauer (PSDB-SC) não foram reeleitos.

E assim ficará a divisão do Senado após as eleições do dia 07/10:

Fonte: Jornal O povo

WhatsApp chat